Metax Campinas

Rodovia SP 73 - km 10,5

Bairro 3 Vendas - Campinas/SP

CEP: 13053-400

Tel: (19) 3729.6000

  • Metax - Campinas
  • Metax - São Paulo
  • Metax - Ribeirão Preto
  • Metax - Rio de Janeiro

Clique aqui para fechar

Entre em Contato

Metax São Paulo

Estrada da Alpina, nº 30

Parque Industrial Anhanguera - Osasco/SP

CEP: 06276-180

Tel: (11) 3658.6000

  • Metax - Campinas
  • Metax - São Paulo
  • Metax - Ribeirão Preto
  • Metax - Rio de Janeiro
Clique aqui para fechar

Metax Ribeirão Preto

R. Macedo Bittencourt, 445

Vila Virgínia - Ribeirão Preto/SP

CEP: 14030-130

Tel: (16) 3913.6000

  • Metax - Campinas
  • Metax - São Paulo
  • Metax - Ribeirão Preto
  • Metax - Rio de Janeiro
Clique aqui para fechar

Metax Rio de Janeiro

Rodovia Washington Luis, nº 18276 A

Vila Santa Cruz - Duque de Caxias/RJ

CEP: 25265-008

Tel: (21) 2776.6000

  • Metax - Campinas
  • Metax - São Paulo
  • Metax - Ribeirão Preto
  • Metax - Rio de Janeiro
Clique aqui para fechar
  • Português BR
  • Espanhol
  • Inglês

Montagem de andaime fachadeiro exige atenção com estrutura e fixações

Verificação dos apoios, da rigidez da estrutura e da estabilidade do conjunto fazem parte do checklist de segurança do serviço

 

Texto: Santelmo Camilo

Andaime fachadeiro instalado em obra de construção de prédios (Divulgação/ Metax)

A montagem de andaimes fachadeiros deve seguir procedimentos para garantir a segurança no trabalho em altura. A qualificação profissional para essa tarefa é requisito fundamental desde a elaboração do projeto, a ser feito por profissional legalmente habilitado, conforme as determinações da NR 18. Sua montagem deve ser feita com base em um projeto elaborado por um engenheiro habilitado, e os trabalhadores envolvidos na montagem devem ser qualificados para o serviço.

A estrutura dos andaimes fachadeiros deve ser rígida, sem riscos de movimentação ou tombamento. Caso necessário, devem ser providenciados complementos como fixação de telas, amarrações e travamentos extras para promover sua estabilidade.

“É preciso levar em consideração o possível efeito de ventos sobre a estrutura do andaime”, explica Edewaldo Leyssieux Campanella, gerente da filial Rio de Janeiro da Metax. “A altura do fachadeiro [também] é importante nos cálculos, pois acrescenta peso à estrutura, gerando necessidades especiais de amarrações e reforços”, complementa.

“Os pisos metálicos dos andaimes têm que ser antiderrapantes e os pranchões de madeira não podem ter rachaduras, trincas, nós, nem pinturas que encubram qualquer imperfeição”, explica o Campanella. De acordo com ele, deve haver alçapão em todos os níveis, para acesso interno à estrutura do andaime, além de guarda corpo duplo com altura de 70 cm e 120 cm do piso de cada andar. Um rodapé de 20 cm de altura é obrigatório em toda a periferia externa da montagem.

João Carlos Fonseca Jr., gerente técnico da Ulma Construction, reforça que também é necessário se atentar para o correto posicionamento das hastes no solo, distanciadas conforme as medidas indicadas nos projetos. “A primeira linha de travessas precisa estar perfeitamente nivelada e no esquadro correto, garantindo a sequência correta de montagem do andaime”, acrescenta.

O equipamento pode ser montado sobre pisos nivelados, inclinados ou em locais com interferências de projeto, como escadas e muros. A base de apoio deve ser capaz de suportar as cargas de uso determinadas em projeto e garantir a estabilidade do conjunto durante o trabalho.

IÇAMENTO E EPIS OBRIGATÓRIOS

O gerente técnico da Ulma observa que a montagem de andaimes também segue procedimentos específicos relacionados principalmente ao içamento das peças. “Os itens que têm aberturas, como mosquetão por exemplo, devem estar corretamente fechados e as peças bem fixadas antes de serem içadas”, explica. A corda utilizada deve estar em boas condições de uso e as peças são içadas de maneira suave, com a carga centrada, sem movimentos bruscos.

João Carlos enfatiza que, durante a montagem, os trabalhadores também têm a responsabilidade de avaliar o bom estado de conservação das peças. Caso algum elemento do andaime não funcione conforme o previsto, deverá ser substituído já na montagem. Se alguém observar alguma peça defeituosa, deverá solicitar a substituição imediata.

SEGURANÇA É PRIORIDADE

Edewaldo Campanella, da Metax, recomenda que a montagem de andaimes seja feita por empresas que tenham um corpo técnico reconhecidamente experiente para realizar esse trabalho com qualidade e segurança. “Todo o processo deve seguir procedimentos estabelecidos pela NR18 e NR35 e pelas fornecedoras dos equipamentos”, alerta.

João Carlos, da Ulma, acrescenta que, uma vez montado o andaime, ele não pode ser movido. “A única exceção é quando há necessidade de utilizar certos acessórios, como eliminar travamentos e elementos estruturais, desde que haja indicações do fabricante”, explica.

DICAS PARA A UTILIZAÇÃO DE ANDAIME

Fonte: Ulma Construction)

Circulação segura
  • Os corredores devem ter largura de 60 cm livres de obstáculos
  • O acesso ao andaime deve ser feito por escadas ou plataformas com alçapão.
  • Depois de usadas, as escadas devem ficar guardadas

 

Carregamentos A carga máxima nas plataformas nunca deverão superar a carga admissível, tanto distribuída como pontual, definida em projeto.
Condições meteorológicas Em situações climáticas adversas, deve-se evitar o trabalho nos andaimes. Antes e depois das intempéries, os travamentos devem ser revisados, as malhas e os passadores de segurança de plataformas devem ser colocados, deve ser removido qualquer material sobre as plataformas.
Queda de objetos
  • Não deve haver objetos nas plataformas de circulação.
  • A malha de proteção e os rodapés devem permanecer em perfeitas condições de cobertura.
  • Atenção às proteções em área de apoio e manuseio.

 

Revisões periódicas Pontos essenciais a serem revisados:

  • Estado de conservação de todos os componentes do andaime
  • Estado do terreno: modificações que afetem a capacidade portante
  • Travamentos: quantidade e qualidade, grau de aperto das abraçadeiras
  • Passagem de pessoas sob o andaime: risco de queda de material, elementos afiados etc.
  • Circulações sem risco: vãos, obstáculos, próxima a estrutura, sem possibilidade de movimentos acidentais.

 

COLABORAÇÃO

Edewaldo Leyssieux Campanella, gerente da filial Rio de Janeiro da Metax.
João Carlos Fonseca Jr., gerente técnico da Uma Construction